quarta-feira, 29 de abril de 2015

Vida Escolar

          Olá, sou Sthe, e hoje vim trazer um post diferente, andei a semana inteira pensando no que postar, para vocês saberem um pouco mais da minha personalidade, que ainda está sendo moldada, então vim falar sobre vida escolar.
     
         Vida escolar... bom o que é vida escolar? Imagino que todos já tenham tido uma ou ainda têm, é talvez a fase mais complicada da nossa vida, onde há uma imensa pressão em cima de nós, pois todos querem opinar e nós queremos agradar a todos. E quando falo todos é a sociedade inteira.
         Assim que entramos na escola, mas especificadamente, a partir da 5ª série, começamos a ser separados por grupos sociais e há centenas de grupos sociais, e é aí que começamos a pensar em qual nos encaixamos. Só uma observação: quando falo grupos sociais estou incluindo as panelinhas.
        Nem sempre nos encaixamos em um só, as vezes nos encaixamos em mais de 2, e muitas vezes dentro de um determinado grupo social há um amigo seu que detesta uma outra pessoa que faz parte de outro grupo social que você participa. Os dois são seus amigos e os dois se odeiam, até que um pede para você... digamos "trair" a confiança do outro, o que não é certo, mas na hora você não sabe o que fazer, poxa você tem dois amigos, não pode trair um dos dois.
        E como se isso não bastasse, ainda temos a inveja entre os alunos, farei mais para frente um post sobre inveja, mas enfim, desde muito cedo as crianças ficam de olho nas coisas do amiguinho, pode ser um brinquedo, um doce, habilidade ou notas. E quando isso acontece, na maioria das vezes, um tenta prejudicar o outro. Vou relatar algo que aconteceu comigo quando era pequena e muuuuuito mas muito ingenua: Eu devia estar lá na primeira ou segunda série, quando uma amiguinha minha (não falarei o nome) chegou para mim no banheiro e disse que as pessoas não deveriam ter medo da loira do banheiro e falou que eu devia escrever, então no chão tinha uma caneta preta, eu peguei ela e escrevi na parede do banheiro, na frente dela, não passou minutos, então a diretora me chamou (minha amiguinha tinha contado a ela) e me deu uma baita de uma bronca além de uma advertência. Até que minha mãe não me matou, mas aprendi a nunca mais escrever na parede e ter cuidado em quem eu confiava.
        Outro problema da nossa vida escolar, é que temos medo de julgamentos, mas vivemos julgando, por exemplo, alguns julgam outros por gostarem de funk (sou uma das que julgam) e outros julgam até por causa de religião. Temos medo de mostrar para a sociedade o que somos, mas também não podemos nos classificar dessa forma, afinal a sociedade em si é muito preconceituosa, um exemplo muito notável, é o que acontece com os homossexuais, que o tempo todo são julgados por serem eles mesmos, poxa, eles não estão fazendo mal a ninguém, dá para você cuidar da sua vida?
        Ficamos tão carregados, que chegamos no limite da nossa paciência e é quando explodimos de vez, mas um tipo de explosão que pode ser saudável, pois queremos que o mundo veja quem realmente somos.
        Bom, espero que tenham gostado, por favor siga o blog, um beijão e até a próxima.