quinta-feira, 25 de junho de 2015

(Resenha #08): Preciosa de Sapphire

            Olá queridos leitores, hoje temos mais um post e dessa vez será sobre livro, um livro que me tocou muito psicologicamente então vamos as informações.

Informações:
Título: Preciosa
Autor: Sapphire
Editora: Record
Nº de Capítulos: 4
Nº de Páginas: 159
Extras: Histórias de outros personagens

Resumo:
           O livro conta a história de Claireece Precious Jones, uma adolescente de 16 anos que está grávida pela segunda vez do pai. Claireece sofre abusos desde que era um bebê, chegando a deixar sua mãe com ciumes do pai e por isso fazer-la comer sem mesmo ter vontade para assim a filha não ficar atrativa para o seu namorado.
         
            A escola sabendo que Claireece está grávida pela segunda vez a expulsa, mas seu professor de matemática diz para a responsável pela expulsão, que a garota tem talento com os números e por causa disso, Precious começa a frequentar uma escola alternativa, onde junto com a Srta. Rain e os outros alunos ela começa a aprender a ler e a escrever.
           Nesse comento as coisas poderiam melhorar, principalmente com a chegada de Abdul, filhinho de Claireece, mas quando a mesma chega com o bebê em casa, sua mãe em fúria parte para cima, então Claireece e o bebê saem de casa sem nenhum destino e nem a certeza estarem vivos no dia seguinte.



Crítica:
             Nossa protagonista é uma pessoa que tem muita esperança, mesmo enquanto está ocorrendo coisas ruins com ela, a mesma sonha, viaja para outros lugares ela tenta fugir do mundo/da realidade em que vive e em sua mente ela vive algo mil vezes melhor. Arrisco afirma que Claireece, cada vez que sonha, ganha uma porção de esperança a mais na sua vida.
             Esse livro me tocou profundamente pelo fato de ser uma realidade muito próxima a todos nós. Não sabemos da vida de todo mundo, portanto podemos até ser amigo de uma pessoa que sofre estupros constantes em casa e não termos ideia disso. Preciosa, não só mostra a dificuldade de pessoas negras e gordas serem aceitas na sociedade, como também mostra a pedofilia, que é um assunto mais que atual, é um assunto constante,  pois nossa sociedade é muito violenta, até mesmo entre familiares.