segunda-feira, 20 de julho de 2015

(Resenha #13): Gente e Bichos de Érico Veríssimo

           Olá meus queridos, hoje trouxe uma resenha de livro um tanto diferente, por que? Porque é um livro de conto, e como é o primeiro que eu faço, me digam no comentários o que acharam e se querem que eu traga mais.

Informações
Título: Gente e Bichos
Autor: Érico Veríssimo
Editora: Globo
Nº de Histórias: 6
Nº de páginas: 173

Resumos (sem spoilers)
1- As aventuras do avião vermelho
    Aqui temos a história de uma criança travessa que um dia, em troca de se comportar, ganhou um livro de aventura. Nesse livro contava a história do capitão tormenta que viaja por muitos lugares em
seu avião. Então Fernando (criança travessa), pediu ao pai um avião, e quando o recebeu partiu junto com Ursinho e Chocolate em seu avião. Mas não pense que o avião era de verdade. Para caberem nele, Fernando teve que utilizar uma lente que encolha as coisas e assim os três exploradores saíram pela janela atrás de aventuras.

2-  Os três porquinhos pobres
     Três irmãos que estão cansados da vida que levam e decidem fugir, e nisso vão parar em uma cidade em que há um cinema, onde foram assistir um filme e após o assistirem eles sentem vontade de serem aqueles personagens e com esse pensamento se vestem igual ao filme e saem atrás de aventura.

3- Rosa Maria no castelo encantado
    A história é contada por um mágico, dono de um castelo encantado, que somente as crianças conseguem ver. e um dia uma dessas crianças, chamada Rosa Maria (bebê) passa por lá onde ganha 5 bonecas e um cachorro, com os quais sai para uma viagem na floresta encantada.

4- O urso com música na barriga

  A história de passa em um bosque perdido, onde há uma sociedade dos bichos. E nesse local, dona Ursa, que já tem um filho, quer outro mas dessa vez uma menina, seu filho, o Urso Maluco, escreve pedindo para a cegonha um ursinho que tivesse musica na barriga. Quando ele chegou, todos ficaram felizes e admirados, pois o ursinho não falava, só tocava musica. Um dia seu irmão levou-o para perto de um lenhador, só que o mesmo ao invés de se assustar, levou o ursinho com muica na barriga embora.

5- A vida do elefante Basílio
    Aqui se trata de uma biografia do nosso protagonista que nasceu na índia e todas as pessoas do vilarejo o presentearam, mas seus pais não aceitaram nenhum presente por não serem bons. O elefante cresce e um dia acaba caindo na armadilha de um caçador que estrai seus dentes e o vende para um zoológico.

6- Outra vez os três porquinhos
    Aqui é a continuação do conto dois e é só isso o que eu posso falar, porque se eu falar mais da história contarei muito spoilers.

Crítica (sem spoilers)
         Juro que só soube que era um livro de contos depois que comecei a ler e assim que comecei a ler percebi que eram contos infantis. Não foi tão ruim ler contos infantis, mas foi ruim ser enganada, na verdade, eu que não prestei atenção, porque depois que terminei de ler fui dar uma olhadinha nas primeiras páginas e lá estava escrito que era literatura infanto-juvenil e isso me deixou muito brava,
não com o livro, mas sim comigo mesma, porque eu queria ter comprado um livro de Érico Veríssimo que fosse daqueles que se pede em vestibulares e na escola e não contos, ainda mais infantis. Mas em si o livro foi muito fofo, minha historinha preferida foi a quarta, mas durante a leitura eu parava várias vezes inconformada e ficava repetindo que nem uma idiota "eu não estou lendo isso, eu não estou lendo isso" porque as histórias são muito bobinhas e eu gosto de outros tipos de histórias. Então fica a dica, quando você for comprar um livro que não conheça direito o autor, veja primeiro qual é o gênero.