quarta-feira, 29 de julho de 2015

Jogo: Alien Clones

       Olá meus leitores, como estão? Espero que bem, bom primeiro quero me desculpar pela falta de posts aqui no blog e segundo vim trazer outro jogo aqui, claro que online, então vamos lá.
     
O que é para fazer nesse jogo? Não sei, porque simplesmente o detestei, olha só o menu, isso é menu de jogo decente? Gente eu nunca fiquei tão decepcionada assim com um jogo, quando você começa a "jogar" você não sabe o que fazer, é uma coisa estranha. O jogo parece ter sido feito no paint junto com power point, o que foi aquilo que eu joguei? Nem eu sei. Até jogo da Barbie é melhor e
olha que eu nunca fui fã da Barbie. Bom o post sobre esse jogo vai ficar por aqui mesmo, porque só de escrever sobre ele eu já me estressei então tchau e até a próxima.

Participe do livro "CÍRCULO DO MEDO - CONTOS DE TERROR" - Inscrições abertas para o envio de textos

"Até 31 de agosto de 2015, a Andross Editora estará recebendo contos sobrenaturais, de suspense e de horror para publicação no livro CÍRCULO DO MEDO”
 
A Andross Editora está recebendo contos sobrenaturais, de suspense e de horror para publicação no livro "CÍRCULO DO MEDO”, a ser lançado em novembro de 2015 no evento Livros em Pauta.

Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de agosto de 2015.


Todos os autores que forem aprovados para publicação nessa coletânea automaticamente concorrerão ao STRIX, prêmio criado e concedido pela Andross Editora aos autores cujos textos mais se destacarem em suas coletâneas. O processo de votação encontra-se no site da editora.

Prêmio STRIX

SINOPSE DO LIVRO:
O medo não acaba, apenas se transforma. Sempre tem um início, mas nunca um fim. Não é necessariamente uma fraqueza, pois muitos se tornam mais fortes ao encarar seus temores. Quando alguém se entrega ao mais básico dos sentimentos, é como se fizesse parte de um círculo fechado e sem volta, em que os pavores de um membro assombram os sonhos de outro. Engana-se quem pensa que pode vencer seus temores. Quando você pensa estar livre, colhe novos horrores e os velhos voltam intensificados.



 

SERVIÇO: 
Livro:Círculo do medo - Contos sobrenaturais, de suspense e de terror” 
Organização:  Alfer Medeiros
Envio do texto: até 31/08/2015
Lançamento: 28 de novembro de 2015 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora






Abaixo, segue uma entrevista do editor da Andross sobre o processo de publicação. 
Vale a pena assistir.
  

domingo, 26 de julho de 2015

Participe do livro "OUTRORA - CONTOS DISTÓPICOS" - Inscrições abertas para o envio de textos

"Até 31 de agosto de 2015, a Andross Editora estará recebendo contos distópicos para publicação no livro OUTRORA”
 
A Andross Editora está recebendo contos sobre distopia para publicação no livro "OUTRORA — CONTOS DISTÓPICOS”, a ser lançado em novembro de 2015 no evento Livros em Pauta.

Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de agosto de 2015.


Todos os autores que forem aprovados para publicação nessa coletânea automaticamente concorrerão ao STRIX, prêmio criado e concedido pela Andross Editora aos autores cujos textos mais se destacarem em suas coletâneas. O processo de votação encontra-se no site da editora.

Prêmio STRIX

SINOPSE DO LIVRO:
O sonho de um mundo ideal não existe mais. Outrora, instaurou-se o caos, desencadeado pela ignorância e pelo mau comportamento humano. O totalitarismo oprime as massas, vigia seus atos e as pune sem misericórdia. Nesse universo distópico, habitam políticos amorais que, explorando a estupidez coletiva, guiam a sociedade à falência de uma história digna e ao abandono da esperança. Neste livro, contos de mundos sem cores, sem vida, sem lucidez, farão o leitor refletir sobre a sociedade em que vivemos. Depois de ler OUTRORA, você se dará conta de que sua vida simples e cotidiana é uma dádiva almejada por muitos, mas conquistada por poucos.



 

SERVIÇO: 
Livro:Outrora  - Contos distópicos” 
Organização:  Paola Giometti
Envio do texto: até 31/08/2015
Lançamento: 28 de novembro de 2015 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora






Abaixo, segue uma entrevista do editor da Andross sobre o processo de publicação. 
Vale a pena assistir.
  

sábado, 25 de julho de 2015

Jogo: Zombies & Donuts

       Olá meus leitores, como vão na vida? Espero que bem. Bom hoje trouxe mais um jogo online, daqueles que é gostoso jogar quando não tem mais nada para fazer.
     
       Mas do que se trata esse jogo? Nele você movimenta um boneco, que não dá para saber se é homem ou mulher, e ele tem que salvar outro boneco que também está dentro do "labirinto" e além disso ele tem que tomar cuidado para não ser pego pelo zombie. O mapa do jogo é igual pac man, mas no lugar das bolinhas são
donuts, por ai já dá para ver a criatividade do desenvolvedor. Eu particularmente não gostei muito do jogo, achei a movimentação da personagem muito pesada, prefiro pac man. Bom, é isso, espero que tenham gostado e até.

Jogo: PongOut 2

         Olá meus leitores, tudo bem? Espero que sim, bom hoje temos outro jogo online, porque é chato ter que gastar espaço do seu pc para colocar jogos, então vamos lá.
       
         Mas o que você faz nesse jogo? Você tem que jogar em duas plataformas de ping pong ao mesmo tempo, só que não é facilzinho não, uma plataforma fica na horizontal e a outra na vertical, além de ambas terem objetivos diferentes; na horizontal você tem que acabar com todos os retângulos, sem deixar a bolina cair; e na vertical você está jogando contra o jogo em uma partida de ping pong. E como você faz mas movimentar? Na vertical você move o
mouse para cima e para baixo; na horizontal você move o mouse para a esquerda e direita. Tente você, eu só consegui passar do nível 1 (risada), mas também não joguei muito. Bom, é isso, espero que tenham gostado, bjss e até mais.

Jogo: Future Buddy

        Olá leitores, como estão? Estou tão bem, que vim trazer outro jogo para vocês, mas dessa vez um jogo online que você não precisa ficar instalando.
   
      Mas do que se trata o jogo? Simplesmente você tem que ajudar um bichinho azul a entra em uma "televisão" [(risada), aquilo eu acredito ser uma televisão, mas não sei se é, mas uma coisa eu sei, só jogo jogo retardado.] mas não é tão fácil assim, para isso você precisa pendurar o bichinho e ir ligando ele de pontinho em pontinho e pegando estrelas até ele ser puxado pela televisão. Sim o jogo é só isso. 

       É um joguinho besta que nem a maioria dos que eu trago aqui,

mas que é viciante é. Infelizmente    ainda não consegui chegar no final, e nem sei se chegarei, porque tem partes que o jogo fica difícil e acaba te dando raiva quando o bichinho idiota se machuca. Enfim é isso, espero que tenham gostado do palpite, bjss e até a próxima.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Explicação sobre o "Participe do livro"

         Olá meus leitores, hoje eu vim explicar o por quê daquele post que eu postei ontem não ser meu, eu não escrevi ele. E agora eu vou explicar o que aconteceu.
       
      A um tempo atrás eu fiz parceria com a editora Andross (farei um post explicando como isso ocorreu) e ontem mesmo eu havia recebido um e-mail dela pedindo e convidando seus blogueiros parceiros para postar no blog essa seleção de poemas que está sendo feita por ela mesma, sendo que o post já estava feito era só copiar e colar o HTML, então foi por isso que eu e outras blogueiras fizemos.
         E por que eu estou fazendo esse post explicando? Simplesmente eu acredito que vocês têm o direito de saber o que é de minha autoria e o que não é. E eu só aceitei postar aquele post, porque há muitas pessoas que têm talento para a escrita só que não sabem ou têm dúvidas de como publicar seu livro, seu poema ou seu conto através de editoras, e essa editora em específico ajuda essas pessoas a terem seus livros publicados. OBS: pessoas brasileiras.
         Se você ama escrever, tem algum conto, poema ou história e quer publica-la, é só clicar no link, que você será direcionado para o post da editora e lá estará as informações que você necessita saber de como é esse processo, e assim, quem sabe, não começa a sua profissão de escritor(a). Beijos e Boa sorte!!!
Link: Participe do Livro
       

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Participe do livro "METAMORFOSES - COLETÂNEA DE POEMAS" - Inscrições abertas para o envio de textos

"Até 31 de agosto de 2015, a Andross Editora estará recebendo poemas para publicação no livro METAMORFOSES”
 
A Andross Editora está recebendo poemas para publicação no livro "Metamorfoses - Coletânea de poemas”, a ser lançado em novembro de 2015 no evento Livros em Pauta.

Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de agosto de 2015.


Todos os autores que forem aprovados para publicação nessa coletânea automaticamente concorrerão ao STRIX, prêmio criado e concedido pela Andross Editora aos autores cujos textos mais se destacarem em suas coletâneas. O processo de votação encontra-se no site da editora.

Prêmio STRIX

SINOPSE DO LIVRO:
Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. A frase de Lavoisier reflete o que acontece também na natureza humana, mas com um tanto a mais de complexidade: sentimentos primários como carvão recebem energia suficiente para se transformar em algo bruto, mas valioso. Cabe a poetas lapidarem-no com inspiração e empenho para trazer a você poemas brilhantes como diamantes.


 

SERVIÇO: 
Livro:Metamorfose - Coletânea de poemas” 
Organização: Edson Rossatto
Envio do texto: até 31/08/2015
Lançamento: 28 de novembro de 2015 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora






Abaixo, segue uma entrevista do editor da Andross sobre o processo de publicação. 
Vale a pena assistir.
  

segunda-feira, 20 de julho de 2015

(Resenha #13): Gente e Bichos de Érico Veríssimo

           Olá meus queridos, hoje trouxe uma resenha de livro um tanto diferente, por que? Porque é um livro de conto, e como é o primeiro que eu faço, me digam no comentários o que acharam e se querem que eu traga mais.

Informações
Título: Gente e Bichos
Autor: Érico Veríssimo
Editora: Globo
Nº de Histórias: 6
Nº de páginas: 173

Resumos (sem spoilers)
1- As aventuras do avião vermelho
    Aqui temos a história de uma criança travessa que um dia, em troca de se comportar, ganhou um livro de aventura. Nesse livro contava a história do capitão tormenta que viaja por muitos lugares em
seu avião. Então Fernando (criança travessa), pediu ao pai um avião, e quando o recebeu partiu junto com Ursinho e Chocolate em seu avião. Mas não pense que o avião era de verdade. Para caberem nele, Fernando teve que utilizar uma lente que encolha as coisas e assim os três exploradores saíram pela janela atrás de aventuras.

2-  Os três porquinhos pobres
     Três irmãos que estão cansados da vida que levam e decidem fugir, e nisso vão parar em uma cidade em que há um cinema, onde foram assistir um filme e após o assistirem eles sentem vontade de serem aqueles personagens e com esse pensamento se vestem igual ao filme e saem atrás de aventura.

3- Rosa Maria no castelo encantado
    A história é contada por um mágico, dono de um castelo encantado, que somente as crianças conseguem ver. e um dia uma dessas crianças, chamada Rosa Maria (bebê) passa por lá onde ganha 5 bonecas e um cachorro, com os quais sai para uma viagem na floresta encantada.

4- O urso com música na barriga

  A história de passa em um bosque perdido, onde há uma sociedade dos bichos. E nesse local, dona Ursa, que já tem um filho, quer outro mas dessa vez uma menina, seu filho, o Urso Maluco, escreve pedindo para a cegonha um ursinho que tivesse musica na barriga. Quando ele chegou, todos ficaram felizes e admirados, pois o ursinho não falava, só tocava musica. Um dia seu irmão levou-o para perto de um lenhador, só que o mesmo ao invés de se assustar, levou o ursinho com muica na barriga embora.

5- A vida do elefante Basílio
    Aqui se trata de uma biografia do nosso protagonista que nasceu na índia e todas as pessoas do vilarejo o presentearam, mas seus pais não aceitaram nenhum presente por não serem bons. O elefante cresce e um dia acaba caindo na armadilha de um caçador que estrai seus dentes e o vende para um zoológico.

6- Outra vez os três porquinhos
    Aqui é a continuação do conto dois e é só isso o que eu posso falar, porque se eu falar mais da história contarei muito spoilers.

Crítica (sem spoilers)
         Juro que só soube que era um livro de contos depois que comecei a ler e assim que comecei a ler percebi que eram contos infantis. Não foi tão ruim ler contos infantis, mas foi ruim ser enganada, na verdade, eu que não prestei atenção, porque depois que terminei de ler fui dar uma olhadinha nas primeiras páginas e lá estava escrito que era literatura infanto-juvenil e isso me deixou muito brava,
não com o livro, mas sim comigo mesma, porque eu queria ter comprado um livro de Érico Veríssimo que fosse daqueles que se pede em vestibulares e na escola e não contos, ainda mais infantis. Mas em si o livro foi muito fofo, minha historinha preferida foi a quarta, mas durante a leitura eu parava várias vezes inconformada e ficava repetindo que nem uma idiota "eu não estou lendo isso, eu não estou lendo isso" porque as histórias são muito bobinhas e eu gosto de outros tipos de histórias. Então fica a dica, quando você for comprar um livro que não conheça direito o autor, veja primeiro qual é o gênero.

domingo, 19 de julho de 2015

(Resenha #12): O Pequeno filósofo de Gabriel Chalita

         Olá, não sei se vocês perceberam mas eu estou postando todos os dias resenhas de livros, isso é porque, como estou de férias, estou lendo muito. Mas enfim vamos às informações.

Informações
Título: O pequeno filósofo
Autor: Gabriel Chalita
Editora: Globo
Nº de Capítulos: Não são numerados mas pelo que eu contei há 13 capítulos
Nº de Páginas: 115

Resumo (sem spoilers)
           O livro conta a trajetória de uma viagem de trem sendo feita pelo nosso protagonista, que a principio não tem nome, e por um garoto "filósofo".
           Esse trem não era um trem normal, pois suas estações eram alfo difícil de qualificar, porque
cada uma apresentava visões diferentes e ao mesmo tempo iguais sobre o mundo. E nesse mesmo tempo vamos aprendendo um pouco sobre o protagonista, como por exemplo: Ele é casado, tem dois filhos, perdeu sua mãe muito cedo e tinha um irmão insensível. E vários problemas com o pai.

Crítica (sem spoilers)
          Bem... não sei porque ainda eu fico meio sem jeito por não ter gostado de um livro, mas esse foi um deles. Assim o livro tem tudo para eu gostar dele, mas não gostei tanto. Claro que no final você entende muitas coisas, mas no começo, a falta de informação prejudica um pouco o entendimento. Posso não ter gostado muito, mas mesmo assim ele mostra uma família que tem problemas e mostra alguém superando isso (quase dei spoilers), logo, ele ensina algo, então por isso que eu indico esse livro, mas por causa do começo, ele não me agradou por inteiro.

sábado, 18 de julho de 2015

(Resenha #11): O Leitor de Bernhard Schlink

          Olá, sei que ontem fiquei de trazer duas resenhas mas na verdade só trouxe uma, peço que me desculpem e tenho sim uma justificativa, é o seguinte, eu iria colocar a segunda resenha do dia durante a noite, mas antes eu fui dar uma lidinha para ver se conseguia colocar outra resenha, ficando no total 3 resenhas, o que não deu certo porque eu dormi durante a leitura. Então, depois de vocês descobrirem que eu sou uma dorminhoca, vamos às informações.

Informações
Título: O Leitor
Autor: Bernhard Schlink
Editora: Record
Nº de Capítulos: Na verdade é composto em 3 partes e dentro delas cada uma tem sua quantidade de capítulos.
Nº de Páginas: 239

Resumo (sem spoilers)
            O livro conta a história de Michael Berg, um garoto que aos 15 anos de idade teve hepatite e


por isso se distanciou da escola, e saindo de casa raramente. E em um desses passeios, Berg conhece Hanna, uma mulher vinte anos mais velha que ele, que trabalha nos bondes. Berg começa a frequentar a casa dela e em uma dessas vezes, ele acaba se sujando de carvão e tem de tomar banho em sua casa e nisso eles tem a primeira relação sexual.
            Nas visitas constantes de Berg, eles não só dormem juntos, como ela pede que ele leia para ela. E assim vai por um longo período, até que um dia Hanna some. Berg fica muito triste, mas aos poucos vai se acostumando, até se tornar uma pessoa fria, nesse tempo ele já está na faculdade de direito. No curso, seu professor marca uma atividade diferente, todos iam acompanhar um julgamento de pessoas que foram acusadas de serem guardas dos campos de concentração nazista, mais especificadamente algumas mulheres, e dentre elas Berg reconheceu Hanna, que agora era julgada por atrocidades cometidas durante o nazismo.



Crítica (sem spoilers)
             O livro se passa em uma época, após o nazismo, em que quem estava sendo caçado, eram os nazistas, para assim prestarem contas do que haviam feito e assim pagarem pelos seus erros.
             Eu gostei muito de como o autor colocou essa parte da historia alemã (após o nazismo) no livro, porque a maioria dos livros que falam dessa época (dos campos de concentração) focam mais durante o nazismo, não focam tanto no depois, e esse depois é muito importante, porque foi a parte da justiça, onde os nazistas tiveram que pagar.
             E outra coisa muito importante que o autor focou muito foi na seguinte situação: Todos foram alemães, mas nem todos foram nazistas. Isso quer dizer que mesmo muitos alemães nem terem nascido durante a guerra, mesmo assim levam essa culpa nas costas por coisas que não fizeram.E foi por esse fator que eu estou encantada por esse escritor maravilhoso, que aliás é alemão.


sexta-feira, 17 de julho de 2015

(Resenha #10): São Bernardo de Graciliano Ramos

            Olá, faz muito tempo que eu não posto resenhas de livros, portanto hoje será um dia especial, com 2 resenhas de livros, uma agora e outra não sei que horário. Então vamos às informações.

Informações
Título: São Bernardo
Autor: Graciliano Ramos
Editora: Record
Nº de Capítulos: 36
Nº de Páginas: 191

Resumo (sem spoilers)
         O livro conta a história de Paulo Honório que queria escrever um livro, e para isso conta com a ajuda de alguns amigos, mas o negócio não dá certo e ele o abandona. Até que um dia ele vê a
propriedade São Bernardo e quer ter a posse dela, pois via-se no direito de tê-la porque trabalhou, e porque seu antigo patrão morreu e seu herdeiro estava acabando com a propriedade. O atual dono era Luis Padilha que não abria mão da propriedade e muito menos a defendia do vizinho que sempre roubava um pedaço dela, então Paulo se fez amigo de Padilha e lhe emprestou uma quantia considerável de dinheiro que o mesmo não conseguiu lhe pagar. E como não tinha como pagar teve de lhe vender a propriedade.
        Paulo fez a propriedade prosperar e muito, principalmente depois da morte do Mendonça (o vizinho que sempre roubava um pedaço de terra ). Paulo agora tinha tudo, ou quase tudo lhe faltava uma companhia feminina, ele sabia disso, mas ele só se preocupava com isso porque queria ter herdeiros, para quando ele morrer seu filho cuidar de São Bernard que era o fruto do seu trabalho e esforço.




Crítica (sem Spoilers)
        Na verdade não sei o por quê muitas pessoas não gostam dos clássicos, eu pessoalmente amo-os. Best-seller. Esse livro tem tudo o que um best-seller pode proporcionar e mais, pois além de ser uma leitura suave (minha opinião) também é pedido nos vestibulares, então pense comigo, que fantástico é você ler um livro porque gosta e ao mesmo tempo ele te ajudar em alguma forma.
Esse foi o primeiro livro que li de Graciliano Ramos e confesso que quando comecei a leitura, ela era um pouquinho complicada, mas ao longo da história parecia que eu estava lendo um
        Quando eu fui ler esse livro, estava com um pouco o pé atrás, porque alguém falou que ele não era bom, eu como já tinha comprado o livro, não iria descartar e além do mais, ninguém tem o mesmo gosto que ninguém, eu poderia gostar do livro, portanto comecei a leitura e não me arrependi. Então se você precisa ler esse livro, não se preocupe, pois somente os dois primeiros capítulos podem ser considerados difíceis, Mas sem querer estragar a leitura de você, devo dizer que o final é decepcionante, não porque a escrita é ruim e sim porque o final é triste.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

5 Livros para as férias

      Desculpem eu ter demorado para fazer esse post, e eu sei que estou fazendo na metade das férias, mas mesmo assim espero que gostem e inclusive que leiam. Antes deixando bem claro, que todos os livros que eu mostrar aqui, eu li em no máximo 3 dias (isso porque sou preguiçosa e preferia ficar no computador), portanto se você segue outra blogueira e ela também mencionou livros para as férias, não se preocupem que dará tempo de ler todos. OBS: Os livros que ainda tão têm resenha, até o final desse mês, e eu colocarei aqui para vocês.


         Esse livro já tem resenha aqui no blog, e eu coloquei esse livro aqui na lista, porque simplesmente você não consegue parar de ler. Ele tem uma leitura fácil, mas é bem pesado, você estra na vida da protagonista e sente o quanto ela sofreu. Não deixem de ler esse livro, pois mesmo que tenha o filme, o livro em minha opinião é bem melhor.  











      Esse livro... maravilhoso, também tem resenha aqui no blog. Imagino que a maioria de vocês já leram esse livro, mas se você ainda não leu, talvez por falta de tempo, aproveite essas férias, você ão se arrependerá.













3º Livro: O leitor de Bernhard Schlink

     Eu acabei de ler esse livro, infelizmente ainda não deu para postar a resenha, mas em breve ela estará aqui no blog. Um livro com um romance e ainda fala de nazismo, tem uma linda história e ainda fala sobre uma verdade, a culpa que os alemãs têm que carregar até hoje por causa do holocausto.













4º Livro: O pequeno Filósofo de Gabriel Chalita

     Acabei de ler esse também, portanto ainda não tem resenha, mas logo - logo terá. Esse livro tem uma pegada infantil mas de infantil só as imagens, a história em si é o que acontece com a vida real, portanto é interessante que você leia ele, pois ele mostra como não prestamos atenção às coisas em nossa volta.













5º Livro: Otelo de William Shakespeare

     Eu o li o começo do ano por causa da escola, mas ele é simplesmente maravilhoso, relembrando eu li a obra adaptada. Então se você quer ler livros que te aproximem dos clássicos, aqui uma ótima dica de livro.














         Bom é isso, espero que tenham gostado, boa leitura e boas férias, até mais. 

terça-feira, 7 de julho de 2015

Jogo: Witch's Pranks: Frog's Fortune

          Olá meus queridos, hoje temos mais um post sobre um jogo, sei que ultimamente tenho postado muito sobre filmes e sobre minecraft, portanto espero que gostem.

Descrição:
Era uma vez uma bruxa malvada. E então um dia ela decidiu se casar, e não a alguém comum, mas
com um belo príncipe.
O único problema - todos os príncipes estavam noivos. Todos eles foram apanhados por lindas princesas. Naquela época, um plano astuto germinou em sua alma escura - para destruir a felicidade da família de todas as belezas, e de transformar os príncipes em sapos, a menos e até que alguns deles venha a querer se tornar noivo da bruxa malvada.
Ela embalou com o sono eterno uma das princesas, juntamente com os seus servos. É assim que a lenda sobre a Bela Adormecida apareceu.
Você terá que libertar os príncipes-rã de cativeiro de Bruxa, para ajudá-los a obter para as belas noivas para remover a bruxaria por beijo de amor. Mas você vai ser capaz de descobrir todos os segredos da bruxa e restaurar os finais felizes nos contos de fadas?

Contém:
- Abordagem fresca em histórias de contos de fadas populares;
- Locais pitorescos com arte dos projetistas;
- Personagens carismáticos 3D;

- 3 níveis de dificuldade.

Minha opinião:
No jogo, pelo que eu percebi, somos um príncipe ou um servo, e estamos presos dentro de uma jaula, e há mais duas jaulas com coisas dentro, e temos que aos poucos, tentar fugir. Assim, mesmo sendo
um jogo, o modo com você vai fugir, é muito real, por exemplo: para puxar uma alavanca você tem que usar uma corda, coisas do tipo. Puxando o assunto para o lado do som, nunca vi, em jogos desse tipo, uma trilha sonora tão maravilhosa quanto essa, eles se preocuparam até com o som quando o cursor passa encima de alguma coisa na tela inicial, além de incrementar 3 tipos de dificuldades, coisa que é muito rara em jogos de baixa qualidade, não vou negar, esse jogo não é nenhum GTA mas é bem melhor que jogos da Barbie. Se quiser jogar, totalmente seguro e grátis:Witch's Pranks: Frog's Fortune  

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Jogo: Notre - Dame

         Olá, para o 3º post do dia, trago mais um daqueles jogos que quase ninguém conhece, mas que pode transformar sua tarde chata em uma tarde divertida.

                                                                                    Descrição:
         Participar na construção da Catedral icónica Notre Dame em Paris, enquanto toneladas de histórias de aprendizagem. Torne-se o gerente local de construção de um dos monumentos mais famosos do mundo: limpar o local, construir pedreiras, e destruir presuntos gigantes para alimentar seus trabalhadores.

Não se esqueça de construir as gárgulas e os sinos, caso contrário, o projeto será atrasado! E tenha cuidado, um exército de criminosos está à espreita ...



Contém:
- 50 níveis para completar;

- 10 bônus destraváveis;

Minha opinião:
Primeiramente devo avisar que conheço pouco o jogo, mas que o pouco que eu conheço já me fez gostar dele. Ele é igual à aqueles joguinhos do facebook, mas melhor, por que você não precisa pagar nada para jogar e nem precisa que alguém te envie alguma coisa, é só você sentar a sua bunda na
cadeira e zerar o jogo. Bom eu achei o som dele, até que calminho, afinal o som está muito fofo nesse jogo, logo, me faz pensar que é um jogo para crianças, mas não me importo, mas é claro que se o jogo fosse para comprar, eu nunca compraria, mas dar uma jogadinha, até que vai. Se você quiser baixar ele e testar e mandar a sua opinião, fique a vontade. Notre - Dame

domingo, 5 de julho de 2015

Tag: Supermercado

         Faz dois meses que não trago tags, bom hoje me deu vontade de responder algumas tags que achei pela internet.

Perguntas da Tag
1. O que você coloca primeiro no carrinho? R: Ovos
2. Tipo 1 é sempre o escolhido ou você vai pelo preço? R: Pelo preço
3. Você prefere comprar as frutas no supermercado ou deixa para ir até a feira? R: A onde estiver mais barato.
4. Como você escolhe qual carne comprar? R: Pelo preço e a necessidade
5. Rosquinha mabel ou passatempo? R:  Sou mais Trakinas
6. Alimentos congelados sempre...? (complete) R: Compro
7. Na parte de produtos de limpeza o que você costuma levar? R: Detergente e candida
8. Você prefere supermercado grande ou mercearia do bairro? R: Onde estiver mais barato
9. O que não pode faltar nas compras? R: Frios (queijo, presunto etc)
10. Taguie quantas pessoas quiser.

          Essa foi a tag, espero que tenham gostado, e uma novidade, agora temos facebook, se você ainda não é do face nem do twitter venha curtir e seguir: Twitter Facebook

sábado, 4 de julho de 2015

Resenha: O Presente

        Sei que ultimamente só está havendo posts sobre resenhas de filmes, mas ainda hoje teremos algo diferente, porém agora falaremos de um filme lindo que me fez chorar.

Ficha Técnica
Título: O Presente
Título original: The Ultimate Gift
Origem: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Michael O. Sajbel
Ano: 2006
Duração: 114 min.

                                                                                    Resumo:
       
      A vida chegou ao fim para um avô bilionário, e após seu enterro, filhos, netos e pessoas que trabalhavam com ele, distribuíam seus bens de acordo com o testamento, e após cada pessoa saber o que era seu por direito, saía da sala muito estressada, pois pensava receber mais. Até que chegou a vez de Jason, um neto que odiava  avô, ele já ia confiante de que não receberia nada, mas foi surpreendido, em um vídeo, seu avô explicava que tinha um presente muito especial para ele, na verdade vários presentes, sendo o primeiro em Texas. E quando Jason chega lá, é obrigado a trabalhar e ele só o faz para assim conseguir o seu presente, mas sai de lá com os bolsos vazios. Mas seu avô no vídeo deixa bem claro que iria dessa forma faze-lo uma pessoa melhor.

Crítica:
          Esse filme mostra a realidade de uma família rica, onde um quer ter mais dinheiro que o outro, um quer ser melhor que o outro, e todos só pensam em si mesmos. E dentro dessa família o parente mais velho quer fazer um de seus netos ser diferente de tudo aquilo, quer fazê-lo ter sentimentos,
ajudar as pessoas e saber o valor do dinheiro. Mas ele sabe que isso não será um tarefa fácil, pois esse neto o odeia, o culpa pela morte do pai e é igual a todo o resto da família, então o avô sabe. que a única forma de ter uma chance de transforma-lo em alguém melhor, é a promessa de um presente.    

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Resenha: Eu, Robô

          Olá, estou um tanto viciada em filmes sobre robôs, portanto hoje temos uma resenha sobre um filme maravilhoso que acabei de assistir.

Ficha Técnica
Título: Eu, Robô
Direção: Alex Proyas
Gênero: Ficção Científica
Ano: 2004
Duração: 115 min.

                                                                                    Resumo:
         
         No ano de 2035 as pessoas já estão acostumadas com a vida ao lado de robôs, menos uma pessoa, o detetive, ele não suporta os robôs. Até que recebe uma chamada sobre uma morte dentro da empresa que fabrica esses robôs e desconfia que o culpado seja um robô. Esse robô é levado pela policia e o detetive começa a fazer perguntas, e então o robô fala que se chama Sonny e nessa mesma conversa solta algumas pistas que o detetive começa a pensar que é sobre essa morte, mas que na verdade é sobre algo muito maior. O detetive é atacado várias vezes pelos robôs, mas em uma dessas vezes os robôs atacam o país inteiro e o detetive junto com uma doutora têm que ir atrás do culpado por tudo isso.
       
Crítica:
         Escrevendo do modo como escrevi, nem parece que é um filme, mas na verdade o filme é bem mais complexo do que parece, pelo menos para mim foi. Enquanto assistia esse filme, um pensamento se infiltrou em mim. É só imaginar que o governo é o responsável por tudo aquilo no filme, e os robôs são os militares, nós continuamos sendo nós. Percebem o que eu estou dizendo? O
filme mostra uma ditadura, onde temos toque de recolher e a falsa impressão de que tudo o que está ocorrendo para nossa proteção. Esse filme mostra a dura realidade que acontece e aconteceu em alguns países onde houve a ditadura, claro que esse filme mostra algumas coisas absurdas, como o fato que em 2035 já termos toda aquela tecnologia, mas é um filme de ficção científica tem que ter esses efeitos fantásticos. Portanto se você não gosta desse tipo de filme, dê uma chance para esse, você não se arrependerá.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Resenha: O Homem Bicentenário

          Olá, hoje temos mais uma resenha de filme, para assim compensar tanto tempo sem a mesma, então vamos lá.

Ficha Técnica
Título: O Homem Bicentenário
Direção: Chris Columbus
Gênero: Ficção Científica
Duração: 131 min

                                                                                    Resumo:
         
           Em um futuro não muito distante (que nem fala na sinopse) os humanos passam a usar robôs para trabalhar para eles. Até que uma família compra um desses robôs e coloca o nome dele de Andrew, e ao passar do tempo descobrem que, o mesmo, tem uma "falha" em seu sistema, pois ele tem características únicas, tem talento e prazeres. E quando o pai dessa família percebe isso passa a tratar o robô de uma certa forma melhor, e passa a ensiná-lo várias coisas, inclusive empresta seus livros para que o robô leia.
           De tanto ler o robô passa a ter a ideia de liberdade e ele quer muito isso, e o dono dele cede a liberdade mas manda o robô para fora da casa. Até que um dia o pai dessa família, que está em seus últimos dias de vida, pede que quer ver o robô e Andrew vai até ele. Passado um tempo e com as novas tecnologias, Andrew consegue ter a textura da pele, o cabelo, os olhos, aparentemente ele é um humano e decide reencontrar a Menininha, que era filha de seu antigo dono e que se davam extremamente bem e conhece também a neta dela, que a principio não de muito bem, mas que com o tempo passam a vivenciar um amor. Mas é uma pena que esse amor não pode ser oficializado, pois as leis não permitem que um humano e um robô se casem.

Crítica:
         Eu interpretei esse filme de uma forma que tem haver com o que a sociedade é hoje. Digamos que a mídia junto com o governo é retratada no filme como sendo a empresa responsável pela criação dos robôs que quer alienar todos, e a população inteira é representada pelos robôs, já Andrew representa a porcentagem mínima de pessoas que pensam e agem por si só, ou seja, são diferentes do resto dos robôs que são comandados, em outras palavras, robô que estão com os olhos vendados.
          E uma coisa muito interessante é que quando Andrew passa a ter realmente sentimentos humanos, ele não só sente coisas boas, como o amor, a alegria e a felicidade, ele também sente as coisas ruins, como o ciúme e a tristeza. Ele passa a ser um humanos de verdade, não de carne e osso e sim de sentimentos. Por isso esse filme me tocou muito, porque ele não é só uma história bonita, ele tem conteúdo.

Resenha: Billy Elliot

           Olá, faz tempo que eu não trago alguma resenha sobre filmes, mas é porque faz tempo que não assisto filmes, mas hoje, meu primeiro dia de férias, trago um.

Ficha Técnica
Título: Billy Elliot
Direção: Stephen Daldry
Gênero: Comédia Dramática
Duração: 111 minutos

                                                                                    Resumo:
         
         Um jovem chamado Billy Elliot é posto pelo pai em aulas de boxe, mas na mesma academia há aulas de Ballet. Billy vai sempre nas aulas até que percebe que o forte dele não é o boxe e sim a dança, e passa a frequentar as aulas de Ballet ao invés das de boxe (escondido do pai). O pai de Billy acaba descobrindo aquilo e proíbe o garoto de frequentar qualquer tipo de aula, mas ele sente que a dança é a vida dele, então passar a ter aulas particulares com sua antiga professora que sempre viu que ele tinha talento. Já fazia tempo que Billy estava dançando para assim fazer uma prova para poder entrar em uma real escola de Ballet, mas no dia da prova Billy não pode ir.
     
Crítica:
         Como lutar contra o preconceito quando ele está dentro da sua própria casa? Sim esse filme é muito sociológico.
       
         É importante destacarmos que Billy é filho de um homem que trabalha nas minas e está de greve, sua mãe está morta, seu irmão não é nem um pouco carinhoso e ainda tem que cuidar da sua avó, que várias vezes sai de casa sem rumo. Além de morar em uma comunidade e sofrer preconceito pela própria família por amar a dança. E mesmo com todas essas barreiras impedindo para que consiga seguir seus sonhos, ele não desiste, ele vai até o fim.
        Podemos ver claramente que as pessoas daquela comunidade são muito unidas, coisa que está faltando muito hoje em dia. O filme mostra como as crianças estão sendo influenciadas pelos problemas de casa, como por exemplo a filha da professora de dança, que tão pequena fala em fazer sexo com Billy. É um lindo filme, estimula a discussão sobre opções de escolha que fazemos e a influencia que recebemos da parte da família e da escola.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Jogo: Alien Wars

           Olá, nesses dias frios não dá nem vontade de sair da cama, e para quem tem sorte em ter um notebook ai vai mais uma dica de jogo super divertido que eu encontrei.
                                                                                    Descrição:
                                                                 
        Bem-vindo ao mundo da Alien Wars. Deixe seus medos para trás. Deixe a sua mente livre. Acredite no universo sem fim e ele vai explodir na frente de seus olhos com milhões de galáxias alienígenas.

Alien Wars combina todas as melhores características de arcada simples e de tiro espacial. Conheça os lotes de inimigos diferentes, armaduras e destruindo, é tanta ação que você só pode imaginar! Ao executar a sua nave espacial você terá a oportunidade de desfrutar belo espaço paisagem e ouvir as bandas sonoras originais. Alien Wars pode absolutamente ser chamado um jogo com uma jogabilidade alucinante.

Crítica:
       Sempre quando assistimos algum filme velho, aparece aquelas máquinas de fliperama, eu particularmente sempre quis jogar nelas, mas como não temos acesso facilmente a essas máquinas
temos de nos contentar com os jogos de PC. Mas eu, com tanta sorte, consegui encontrar um jogo que lembra e parece muito com os jogos de fliperama. Nele você controla uma navezinha e com  ela tem que destruindo os inimigos e para te ajudar aparece itens que ao usá-lo te dá outros poderes. Esse jogo, para mim, é fantástico, acabei até viciando nele, mesmo nunca ter conseguido passar do 60%.
Se o jogo te chamou atenção, baixe ele e jogue, é totalmente seguro: Alien Wars.