sábado, 24 de setembro de 2016

(Resenha #25) O Leitor de Almas de Paul Harper

       Olá, tudo bem?
       Estava me decidindo sobre qual resenha trazer essa semana, e como fui à biblioteca esses dias, optei por resenhar um de seus livros, e para quem mora aqui em São Paulo, há várias bibliotecas espalhadas pela capital, cheias de livros muito bons que vocês podem pegar emprestados.

Informações
Título original:
Pacific Heights
Autor: Paul Harper
Editora: Paralela
Nº de capítulos: 47
Nº de páginas: 227
ISBN: 978 - 85 - 65530 - 07 - 1


Resumo: Nos primeiros capítulos, temos conhecimento sobre o extravagante encontro entre uma moça chamada Lore e seu amante. O encontro acaba com os dois na cama (até aqui tudo normal), mas não para Lore, pois a fantasia que fizeram no sexo naquela noite, era uma fantasia dela, e nunca havia dito a ele ou a outra pessoa, além de sua psicanalista, sobre ela. Agora ela sentia como se os mais profundos segredos de sua mente, não estivessem seguros e longe do conhecimento do seu amante.
        Como seu relacionamento era extraconjugal, eles decidiram não revelarem suas identidades, mas naquela noite, após o sexo e o sentimento de sua mente ter sido invadida, Lore decidiu quebrar esse acordo, e viu na carteira de motorista o suposto nome do seu amante. Apenas deu tempo de ela ler o nome, quando ele acordou e pegou ela no flagra, mas ao invés de perguntar o que ela estava fazendo, decidiu fingir que não havia visto nada, e ela logo aproveitou para se arrumar e ir embora, dando uma desculpa qualquer sobre seu marido.
      Depois de um tempo desse ocorrido, Marten Fane foi apresentado a Vera List, psicanalista de Lore, pois ela necessitava de ajuda e acreditava que ele poderia ajudá-la. Vera tinha que resolver um problema muito complicado e delicado, duas de suas pacientes, que obviamente não se conhecem, Lore e Elise, vêem tendo um caso com o mesmo homem, e as duas em suas ultimas seções vêem relatando que parece que seu amante sabe exatamente do que elas gostam, de suas personalidades, e não é só por isso que ela achou estranho, Vera veio a descobrir que alguém anda roubando informações sobre seus pacientes do seu computador, e isso a assustou, pois desconhecia o motivo pelo qual essa pessoa estivesse fazendo isso.


Crítica:  Quando eu peguei esse livro pela primeira vez e li a sinopse, cheguei a achar que quando terminasse esse livro teria uma ressaca literária feroz. Mas ao terminá-lo de ler, eu não senti nada parecido com o que eu esperava sentir, é como se a estória não me adicionasse nada de novo.
      Em minha opinião, pela minha experiencia ao lê-lo, a ideia da estória não é original, é como se eu tivesse lido vários livros com esse mesmo jeito, até mesmo de escrita. Não estou dizendo que esse livro é de todo ruim, só digo que já li melhores, como por exemplo um que eu já escrevi uma resenha, chamado Um Beijo Antes de Morrer.
      A culpa pode ter sido minha por esperar muito do livro e por isso ele ter me decepcionado mais. Mesmo assim, ele não é marcante, é apenas um dentre tantos do mesmo gênero.


      Agora, falando sobre a descrição dos personagens, como esse trecho acima foi descrito, há algo que eu gostaria de discutir. O motivo é triste, por que toda personagem considerada linda ou até mesmo perfeita dentro de um livro é descrita com traços europeus, ou seja, brancos? Não estou dizendo que o escritor não tem direito de descrever sua personagem como ele queira, mas algumas coisas não podem ser negadas. Se isso fosse um caso raro, no qual teríamos mais personagens negras, eu não reclamaria. Mas a realidade é que todas as personagens que são retratadas como exemplos de beleza, são brancas, muitas pessoas viram as costas para esse tipo de assunto, porque não o entendem como algo grave e não vêem  como uma forma de racismo camuflado. Por favor, vamos prestar mais a atenção em como os personagens estão sendo descritos, principalmente, personagens descritos por autores norte-americanos, vocês irão se surpreenderem com o que perceberão.
      Agradeço por terem lido até aqui, e até a próxima resenha.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Tag: 7 Pecados Capitais da Leitura

   Olá tudo bem com você? Espero que sim. Quem me acompanha a algum tempo sabe como eu sempre respondia muitas e muitas tags, com o tempo, acabou que eu dei uma parada, mas eu acabei encontrando uma tag, maravilhosa sobre livros e me bateu uma vontade enorme de respondê-la, então ajuntando o útil ao agradável, teremos mais um post de tag, essa tag eu vi no blog Corujas de Biblioteca, então depois deem uma passadinha lá para ler as respostas dela.


  1. Avareza - Qual seu livro mais caro?
    O Mundo de Sofia - Jostein Garder
  2. Ira - Com que autor você tem um relacionamento de amor e ódio?
    Jose de Alencar
  3. Gula - Qual livro você "devorou" repetidamente sem qualquer remorso?
    Os Miseráveis - Victor Hugo
  4. Preguiça - Qual leitura você está adiando por preguiça?
    Morte Súbita - J.K Rowling
  5. Orgulho - Sobre qual livro você mais fala para parecer um leitor culto?
    Viagens na Minha Terra - Almeida Garret
  6. Luxúria -  Quais características você considera mais atraente em um personagem?
    O personagem Quatro do livro Divergente
  7. Inveja - Quais livros você gostaria de ganhar de presente?
    - O garoto no convés - Jonh Boyne
    - A Casa Assombrada - John Boyne
    - O Símbolo Perdido - Dan Brown
    É melhor eu parar por aqui, porque se não daqui a pouco teremos uma lista maior que a livraria.

   Então... o que você achou dessa tag? Quer que eu responda mais tags? Então me mandem pelos comentários as tags que você amariam ver aqui no blog e caso você tenha respondido essa tag, coloque o link nos comentários para eu ler os seus pecados kkkk. Beijos e até a próxima.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Meu Material Escolar de 2016

  Olá, tudo bem? Espero que sim. Hoje, como eu adoro assistir vídeos desse tipo (ver título) e eu não tenho canal, decidi fazer um post sobre as minhas compras escolares. Ao longo desse post você observarão como eu sou MUITO exagerada.

Mochila e Estojo
Para esse ano, eu decidi usar a mesma mochila do ano passado, e assim cortar gastos. Já o estojo é novo, na verdade é uma necessary que eu vou utilizar como estojo. Sim, é por causa do tamanho.

 Dentro do estojo
  • 4 lápis de escrever
  • 2 lapiseira (0.7 e 0.5)
  • 2 Marca-textos
  • Caneta de 4 cores comum
  • 2 canetas azuis, 3 canetas pretas, 1 caneta vermelha, 1 caneta verde e 1 rosa.
  • 2 canetas pretas pontas-finas
  • 1 régua de 15 cm
  • 1 pacote de post-it cm 4 cores
  • 1 borracha verde da Mercur
  • 1 Apontador preto e roxo da Faber Castell
  • 1 compasso
  • 1 cola bastão
  • 1 calculadora
  • 10 canetas coloridas da Paper Mate

                                                                                    Fichário
Meu fichário desse ano, será o mesmo que do ano passado, eu já estou 4 anos com o mesmo (risada), mas ele é muito bom, além de os fichários estarem muito caros esse ano, assim é uma forma de economizar.

  • 12 matérias para o médio







Cadernos
Os cadernos servirão para os meus cursos, a quantidade de folhas que cada um tem é de acordo com o que eu acho que irei precisar,  além também de uma agenda para eu me organizar melhor, afinal estou precisando.








  • 1 caderno de 20 matérias para o curso de Francês e Alemão
  • 1 caderno de 10 matérias para o técnico de Informática (não vou mais fazer, mas comprei)
  • 1 caderno para posts
  • 1 Agenda de 2016







    Pastas
    Eu escolhi duas pastas pela seguinte razão, uma que é a preta eu sempre levarei comigo na mochila, e a outra a azul eu utilizarei para guardar documentos no meu armário na escola.

    • 1 pasta de 50 plásticos com mapa de papelão azul e colorida.
    • 1 pasta comum preta 



       Essas foram as minhas compras para esse ano. Me conte o que acharam?  Vocês já fizeram as suas? Fez um post sobre isso? Coloque-o nos comentários, vou amar ler sobre suas compras. Beijos e té a próxima.

    sábado, 13 de fevereiro de 2016

    (Resenha #24) Rockfeller de Alexandre Apolca

       Olá, tudo bem com vocês? Espero que sim... O livro de hoje eu recebi de um Autor nacional, ele estrou em contato comigo e me enviou o livro para assim eu dar minha opinião, então vamos lá.



    Informações
    Título: Rockfeller
    Autor: Alexandre Apolca
    Editora: Nova Paris
    Ano: 2015
    Nº de Capítulos: 39
    Nº de Páginas: 184

    Resumo: O livro contará a vida de Beto Rockfeller, mas assim como no livro pelos amigos, também o chamaremos aqui de Rock. A história começa no final de um show, onde ele e sua banda, Escória Humana, seriam os últimos a tocarem, antes de todo o show ter fim, Rock fez um pronunciamento, chamando todos que ali estavam para sair e protestar.

    " ... A apresentação chega ao fim, mas estamos convidando a todos vocês para nos reunirmos agora mesmo, lá fora, para irmos ao MASP. Iremos protestar contra o governo Sarney. Contamos com todos! Como disse Abraham Lincoln 'Percar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma homens em covardes" (Pág 12) 

        Pouquíssimas pessoas foram, mas mesmo assim não voltaram atrás, até que Rock viu um badernista começar a depredar a propriedade pública e foi tentar parar o homem dizendo que quem pagaria por aqueles danos seria o próprio povo, o outro estava nem ai e começaram uma briga, foi ai que a polícia chegou. Quando indagaram o que estava acontecendo, o outro homem mentiu, falando que Rock havia começado a depredar tudo e ele tentou fazê-lo parar sem sucesso, foi ai que mandou olharem na bolsa que na verdade era sua, mas ele afirmou que era de Rock, ao abrirem a bolsa encontraram coquetel molotov. E quem levou a culpa? Sim... Rock, que foi levado para a polícia.
         Com sorte e graças ao seu pai ter uma amizade com o delegado na época da faculdade, Rock conseguiu sair dali, mas foi avisado pela polícia que da próxima seria preso. Seu pai, então, decidiu mandá-lo para o interior e assim ele ficar longe de problemas, mas ao invés disso, Yakult, teve a ideia de todos irem para São Thomé das Letras e é claro que Rock foi.
         
    "Eu devia deixar São Paulo, mas não necessariamente tinha que me me mudar para Piracicaba. São Thomé das Letras parecia uma boa ideia e, quem sabe, eu teria a companhia de alguns dos meus amigos"  (Pág 25)

         Lá na nova cidade, eles dão uma festa em sua casa e chamam muitas pessoas, quer dizer mulheres. Mas o que ele não pensava é que iria se apaixonar naquele momento, quando Gringo (um dos integrantes da banda) chega com Anita Andrade, a beleza em pessoa. 
         Rock e Anita começam a se envolver, mas infelizmente ela é diagnosticada com câncer e precisa urgentemente de medula óssea, e Gringo ao invés de ficar ao lado dela, afinal mesmo com o envolvimento entre ela e Rock, ainda eram namorados, ele volta para Inglaterra a deixando sozinha. Infelizmente o tipo que é compatível com ela é muito raro e a única pessoa que eles encontraram com o mesmo tipo para fazer a doação de medula, só doará se for pago com 2 milhões de cruzeiros. Rock é apaixonado por Anita e não aguentaria ver ela morrer, mas ele não tem aquele dinheiro.... Ele só tem uma decisão e ela moldará para sempre a vida dele.



    Crítica:  O relacionamento entre eu e esse livro, é algo que foi se desenvolvendo, ele vai melhorando do começo até o final, no começo eu não achei muita graça o que mais tem é o protagonista bebendo, fumando e transando, tem um apelo político no meio, como você puderam ver no pequeno protesto, mas comparado ao restante do livro, não foi algo tão grandioso. 
        Quando o protagonista muda para a nova cidade é que o livro começa a ficar interessante, principalmente por causa do triângulo amoroso que se forma e da enfermidade que vem a ser de Anita. O final do livro é a melhor parte, eu amei o final, você não imagina o que vai acontecer, você acha que sabe, mas na verdade, nem imagina o que está se passando e só cairá a ficha no último capítulo, onde tudo começa a fazer sentido de uma forma que até hoje eu estou pensando na história. O autor conseguiu fazer uma reviravolta no último capítulo e finalizá-lo no último capítulo, isso eu achei maravilhoso...
        Não vou negar que teve vezes que eu tive vontade de estrangular o autor, por causa de algumas perdas e injustiças que poderiam ter sido evitadas, mas o autor simplesmente colocou o que mais existe aqui no Brasil, então é algo, meio que real, e eu me estressei e muito com essas injustiças (risada). 
        Eu adorei o livro, só dei 4 estrelas, porque o começo é bem parado e para mim foi bem chato, mas o restante do livro compensou o começo. E antes que eu me esqueça teremos intertextualidade de dois livros, o primeiro que você verá logo no inicio é uma frase que Machado de Assis utilizou na sua dedicatória do livro "Memórias Póstumas de Brás Cubas" só que ele modificou a frase e ela ficou assim: "Aos vermes, que um dia, irão me devorar" e também ao conto de Edgar Allan Poe, "O Corvo" que é praticamente um personagem secundário.
        Agora focando mais na edição... A editora fez um ótimo trabalho, o espaçamento e o tamanho das letras estão ótimo, as folhas são amareladas o que é melhor para a visão e a capa, mesmo parecendo de terror e o livro não sendo de terror, se você parar bem para perceber, é uma junção dos principais elementos da história: O corvo e uma igrejinha que vocês na leitura perceberão o quão importante ela foi na história de Rock.
        Bem... é isso, essa foi minha visão diante do livro, espero que tenham gostado. E aqui abaixo vão os contatos do autor, para vocês saberem um pouquinho mais dele, beijos e até a próxima

    segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

    Livros Lidos em 2015

       Olá tudo bem? Espero que sim. Hoje venho trazendo um post muito atrasado em comparação aos outros blogs, mas vocês me conhecem... Sou muito lenta. Esses são os livros que eu li, mas a maioria ainda não tem resenha, pois os havia lido antes de abrir um blog.


    • O Ladrão de Raios - Rick Riordan
    • O Mar de Monstros - Rick Riordan
    • A Maldição do Titã - Rick Riordan
    • A Batalha do Labirinto - Rick Riordan
    • O Último Olimpiano - Rick Riordan

    • O Herói Perdido - Rick Riordan
    • O Filho de Netuno - Rick Riordan


    • O Alienista - Machado de Assis
    • Missa do Galo - Machado de Assis
    • O Mulato - Aluísio Azevedo
    • Otelo - Willian Shakespeare (Resenha)
    • Memórias Póstumas de Brás Cubas -  Machado de Assis (Resenha)
    • Memórias de um Sargente de Milícias - Manuel Antônio de Almeida (Resenha)




    • Divergente - Veronica Roth
    • Insurgente - Veronica Roth
    • Convergente - Veronica Roth


    • Senhora - José de Alencar
    • São Bernardo - Graciliano Ramos (Resenha)
    • Viagens na minha terra - Almeida Garret (Resenha)
    • O Crime do Padre Amaro - Eça de Queiróz
    • Madame Bovary - Gutave Flaubert (Resenha)
    • O Cortiço - Aluísio Azevedo


    •  O Leitor - Bernhard Schlink (Resenha)
    • O Outro - Bernhard Schlink (Resenha)
    • Extraordinário - R.J. Palacio
    • Os 13 Porquês - Jay Asher (Resenha)
    • Os Miseráveis - Victor Hugo (Resenha)
    • Preciosa - Sapphire (Resenha)
    • A Garota da Capa Vermelha - Sarah Blakley e Cartwrigh(Resenha)
    • O Menino do Pijama Listrado - John Boyne (Resenha)


    • É Proibido comer a grama - Wander Piroli
    • Infância - Graciliano Ramos (Resenha)
    • Escrava Isaura e o Vampiro - Joane Nunes (Resenha)
    • Uma Paixão no Deserto - Honoré de Balzac  (Resenha)
    • Sailor, um sonho de liberdade - Henrique Flory






      E essas foram as minhas leituras de 2015, como vocês podem ver, muitos desses livros só estão tendo resenha agora, sempre estou atrasada. Bem... é isso, e você leu muitos livros? Algum desses que eu mencionei você leu? O que achou? Um beijo e até a próxima.

    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

    (Resenha #23) A Estranha Mente de Seth de Alana Gabriela

           Olá leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje estou muito feliz, porque acabei de ler e resenhar um livro muito bom e o melhor de tudo ele é brasileiro. A própria autora entrou em contato comigo e me mandou o PDF do livro e eu agradeço muito a ela, pois a experiência que eu tive com esse livro foi das melhores.
            
            Sobre a autora: Alana Gabriela, 19 anos, estudante de Letras Português – Inglês na UFS, blogueira, compositora e escritora estreante. Gabriela é viciada em séries: Grimm, The Blacklist e The Walking Dead;  Leituras imprevisíveis, rebuscadas e músicas indie-folk e R&B. Ama ler o dicionário de inglês e português e olhar para o céu em dias de chuva.

    Informações
    Título:
    A Estranha Mente de Seth
    Autora: Alana Gabriela
    Editora: Autografia
    Ano: 2015
    Nº de Páginas: 146
    Nº de Capítulos: 16
    Skoob5/5
    Lojas: Loja da Editora e Loja da Amazon

    Resumo: A história se passa em Kentauk que está sob o poder do Império Birron e nós estaremos na mente de Seth e veremos o mundo pelos seus olhos. A primeira informação que teremos contato, é que, mesmo estando em Kentauk, os cidadãos birronenses, tinham mais direitos e eram mais respeitados.E isso indigna muitas pessoas, principalmente nosso protagonista Seth, que entra para uma organização terrorista que visa tirar o poder que o Império Birron tem sobre Kentauk, chamado: Face Negra. Fazendo igual ao seu maior ídolo: Antonie Latos
             Seth teve 7 irmãos, 6 morreram por causas diversas, principalmente por doenças. Seu único irmão vivo e mais velho Calisle, o levou para a cidade grande a fim de estudar e assim talvez ter um futuro melhor do que teriam se continuassem onde estavam. Seu cotidiano é sempre o mesmo principalmente durante o jantar, no qual todos comem calados e depois sua mãe, Nira, ouve as reclamações do trabalho de seu marido, Ferdinand.
            Na escola em que Seth estuda também estudam birronenses, e um dia a professora Mary propôs um debate, mas ela não contava que depois desse debate as coisas iriam mudar em sua vida. Se iniciou o debate e a sala se dividiu em dois, de um lado o povo de Kentauk e do outro os Birronenses, durante Seth começou a perceber que enquanto seus conterrâneos falavam o povo birronense fazia barulhos, em outras palavras, estavam sendo mal educados, mas chegou a vez de Seth se pronunciar, no começou ele se segurou, mas não aguentou e elevou sua voz de um jeito que ninguém antes tinha visto e isso fez até o "inimigo" prestar a atenção, quando finalmente o silêncio acabou começou a briga entre os dois tipos de povos dentro de uma sala de aula, até que a polícia chegou e levou os briguentos para a delegacia. Agora Seth tinha duas opções, poderia ligar para seus pais e causar um reboliço em sua casa ou morrer na prisão, mas eis que chega uma pessoa, e... vocês terão que comprar o livro para saber.



    Crítica: Primeiramente, não pense que dei 5 estrelas no skoob só porque ela me enviou o livro, vocês sabem que eu não sou assim, dou minha opinião verdadeira, não importando se ela será um elogio ou uma crítica ruim.
          Esse livro eu posso resumir em uma palavra: Espetacular. Confesso que quando peguei esse livro eu não pensava que ele seria tão bom, calma deixa eu explicar, eu pensava que ele seria um livro bom, com uma história com começo, meio e fim, que nem muitos outros, mas eu me surpreendi, provavelmente porque eu costumo ser muito pessimista em relação aos livros que eu ainda não li, quase nunca pensando o melhor deles, com exceção de alguns que através de resenhas eu me identifiquei, eu comecei a leitura desse livro assim, e me maravilhei.
          Eu imagino como deve ser difícil criar um personagem psicopata, e ainda mais se o livro for em primeira pessoa como é esse. No decorrer da trama você encontrará uma personagem, não vou dizer seu nome, mas que Seth a acha a ideal e por isso ele faz algo com o namorado dela, é muito louco essa parte.
          Antes de começar cada capítulo, terá um trecho de música "retirada" de um tal caderno de Seth, e esses trechos, meio que resumem cada capítulo, isso eu achei brilhante. Além também de em praticamente todos os capítulos ter alguma frase que contém um efeito muito grande, abaixo vão alguns exemplos que eu encontrei, deve ter mais, mas esses foram os que mais me chamaram a atenção:

    "...porque fazer é melhor do que dizer o que faria. " (página 16)
    "Não adianta reclamar, o que preciso fazer é agir. " (página 24)
    "Tudo é confiscado. Não há liberdade, só há regras. " (página 52)     
         
            Aqui nós teremos contato com o outro lado do terrorismo, e muitas vezes eu me peguei dando razão aos terroristas da história, fiquei muito chocada com isso, afinal sempre que temos contato com algum terrorismo, só vemos o lado, supostamente do "bem". Não sou de falar de intertextualidade, mas nesse caso eu preciso falar, pois há a presença de dois livros maravilhosos e reconhecidos mundialmente, são esses:

     Émile Zola - Germinal
     Antoine de Saint-Exupéry  - O Pequeno Príncipe

           Quando você acaba a história ainda tem algumas páginas escritas e nela, Alana explica da onde veio a inspiração para escrever essa história, resumidamente ela estudando para o ENEM, mais especificamente história, teve o contato com esse tipo de enredo, ela trocou os nomes dos personagens e montou a história como se ela soubesse o que se passava na cabeça de Seth que é o nome que ela deu para Gavrilo Princip, os outros personagens receberam outros nomes também.
           Então é isso, espero que tenham gostado, por favor deixe sua opinião. Mas espere que ainda não acabou, aqui abaixo vão as redes sociais da autora para vocês seguirem, curtirem e claro ficarem por dentro caso ela escreva outro livro. Beijos e até mais.

    terça-feira, 26 de janeiro de 2016

    (Resenha #22) Histórias Liliputianas - Antologia de Microcontos

          Olá queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje vamos falar sobre outro livro que eu ganhei em um sorteio. Seu título pelo que eu pesquisei significa: Liliputiana = Muito pequeno, de porte extremamente reduzido. Tendo isso em mente, vamos começar.

    Informações
    Título:
    Histórias Liliputianas
    Organizador: Edson Rossatto
    Editora: Andross
    Tipo: Antologia
    Nº  de páginas: 95
    Nº de contos: 43



    • Como é um livro de contos, não teremos resumo, portanto vamos direto à crítica
       Crítica: Infelizmente a minha opinião em relação a esse livro é a mesma que eu dei na resenha: Curta Metragem, ou seja, não gostei. Um dos pontos ruins tanto do outro livro quanto desse é o desperdício de papel, em uma folha cabe muito mais que um conto, no entanto, optaram por colocar um por folha.
             Outro fator que me deixou muito decepcionada é o tamanho dos "contos", claro que no título do  livro avisam sobre o tamanho do conto, mas tem "conto" com 3 palavras. Assim não dá.
             Mas há dois fatores bons no livro, por exemplo a capa é muito bonita. E outra, todas as historias vêm logo abaixo uma pequena biografia de seus autores, eu achei isso muito bom e interessante. Entretanto eu achei em geral o livro ruim.

    terça-feira, 19 de janeiro de 2016

    Amaia Montero - Im-Possible

           Olá românticos e apaixonados. A música de hoje é de uma das minhas cantoras espanholas favoritas. O som da música já dá aquele ar meio triste meio melancólico. Então primeiro vamos escutar, se quiser escutar em espanhol e acompanhar a letra em português, deixo a letra embaixo do vídeo.


               

    Im-possível - Amaia Montero

    Você que levanta cedo com sabor de café,
    Eu acordo pensando 
    No quanto quero ter as coisas (traduzido modo simbológico)
    E ainda que eu saiba que é impossível, pois,
    Eu só quero lembrar
    O que você e eu fomos uma vez
    Fico feliz em voltar a te ver 

    Penso em você, mil vezes,
    Penso em como você está, como você tem estado,
    E se você chegou a ser feliz
    E se em alguma vez
    Você voltou a pensar em mim
    Minha resposta é sim
    E a partir daqui
    Custa muito esconder

    Eu nunca vou esquecer que fevereiro
    Era a hora do chá,
    Quando você saiu eu pensei
    Que já não haveria uma próxima vez
    E ainda que eu saiba que é impossível, pois,
    Eu só quero lembrar
    O que você e eu fomos uma vez
    Fico feliz em voltar a te ver 

    Penso em você, mil vezes,
    Penso em como você está, como você tem estado,
     E se você chegou a ser feliz
    E se em alguma vez
    Você voltou a pensar em mim
    Minha resposta é sim
    E a partir daqui
    Custa muito esconder

    Penso em você, mil vezes,
    Penso em como você está, como você tem estado,
    E se você chegou a ser feliz
    E se em alguma vez
    Você voltou a pensar em mim

    Minha resposta é sim
    E a partir daqui
    Hoje à noite eu quero fumar
    O cachimbo da paz,
    Confesso que, pelo menos, você e eu
    Nós merecemos uma oportunidade.

        Opinião: Eu amei essa música, ela pode ser bem curta, repetir muitos versos, mas essas coisas acabam virando o charme da música.
          A música representa o término de um relacionamento, isso dá para perceber pelo modo como há um diálogo entre ela e quem está a ouvindo, há amargura na voz dela. E também dá para perceber como ele quer voltar, ela acredita em uma segunda chance, uma oportunidade. Essa dica de música vai para todos, mas principalmente para você que acabou de terminar um relacionamento, é linda, e se você sabe falar em espanhol, é ótima para cantar. Os versos mais diferentes em comparação ao restante da música são os finais: "Minha resposta é sim, e a partir daqui, hoje à noite eu quero fumar a cachimbo da paz, confessar que ao menos, você e eu, nós merecemos uma oportunidade."

    sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

    (Resenha #21) Uma Paixão no Deserto (Coletânea de 3 contos de Honoré de Balzac

         Olá! Bem, o livro de hoje eu descobri sem querer na sebo, não me custou mais que um real, mas é maravilhoso, nele  há 3 contos, mas aqui vou me focar mais no primeiro, que é o que leva o nome o livro.

    Informações
    Título: Uma Paixão no Deserto
    Autor: Honoré de Balzac
    Editora: Paulus
    Tipo: Contos

    Resumo: Nosso primeiro conto começa contando que um casal estava saindo de um espetáculo de animais, e a moça se mostrava muito surpreendida enquanto o moço não. Então ele começa a contar uma história, onde um soldado sendo prisioneiro junto com seus companheiros por um povo do Egito consegue fugir durante a noite. Mas ele acaba chegando na beira do rio Nilo e assim não consegue sair dali, mas de repente aparece uma pantera, ela entra na mesma caverna em que o nosso soldado está dormindo e lá fica. E agora ele não consegue sair da caverna pois a pantera está na entrada da mesma, mas algo muito estranho e maravilhoso acontece, algo surpreendente que muda totalmente o pensamento dele.



    Crítica: Me dói dizer isso, mas o que o livro tinha de bom no começo, teve de ruim no final, não que a última história seja péssima, mas em comparação com as outras ela foi a menos fantástica, além de o último conto ter um começo super parado. O primeiro conto vai mexer muito com os seus sentimentos, para falar a verdade,, eu até chorei no final do primeiro conto.
        Nunca havia lido algo desse autor antes, na verdade nunca tinha ouvido falar dele, mas com certeza se eu encontrar outro livro dele eu comprarei. É isso, espero que tenham gostado, um beijo e até a próxima.

    terça-feira, 12 de janeiro de 2016

    (Resenha #20) Um Beijo Antes de Morrer de Ira Levin

         Hola, cómo están? O livro que vamos falar hoje, eu comprei na sebo por R$1,00, e sei que muitos aqui provavelmente não comprariam um livro que não fosse conhecido e ainda mais em uma sebo por 1 real, mas o que me chamou muito a atenção foi a sinopse que vem atrás do livro e com certeza esse livro não me decepcionou.

    Informações
    Título: Um Beijo Antes de Morrer
    Autor: Ira Levin
    Editora: Best Seller
    Nº de Capítulos: 45, divididos em 3 partes
    Nº de Páginas: 274

    Resumo: Nosso protagonista é nada mais nada menos que um psicopata, muito bonito, muito inteligente e além disso é um caça-dotes. A história começa com o relacionamento amoroso entre ele e Dorothy, uma das 3 filhas de Leo Kingship, presidente da Kingship Copper Inc. Mas esse "romance" começa a ser posto em teste, quando Dorothy engravida, ele sabe que mesmo casando com ela, seu pai a deixaria sem nenhum dinheiro, pelo fato de ter engravidado antes do casamento, e nosso psicopata só está namorando ela por causa do dinheiro. Primeiro ele tenta induzir um aborto, mas não da certo então parte para o homicídio, jogando-a de um prédio, mas ele é muito inteligente e faz isso parecer um suicídio que acaba enganando todos menos uma das irmãs de Dorothy, que decide investigar, mas ela não faz ideia do que lhe espera.



    Crítica: Esse livro me prendeu do começo até o final, não houve uma parte do livro que eu achei chata, é interessante o tempo todo. O que eu mais amei no livro, foi o fato de o autor optar por não revelar o nome do psicopata, ou seja, você também sente o mistério sobre quem deve ser ele, e fica imaginando quem pode ser.
         Eu me surpreendi horrores com esse livro, eu não pensava que ele seria tão fantástico assim, e outra, ele faz críticas sobre o fato de engravidar antes do casamento e tão polêmico tema do aborto. Portanto esse livro se tornou um dos meus preferidos e se você conhece algum livro mais ou menos com o mesmo tempo diga aqui nos comentários, assim você me ajuda a encontrar livros tão maravilhosos. Um beijo e até mais.

    sábado, 9 de janeiro de 2016

    (Resenha #19) Romeu e Julieta de William Shakespeare ADAPTADO

        Olá, tudo bem? Assim, eu sei que praticamente todo mundo conhece essa história e até o final dela, mas mesmo assim eu quero falar sobre a minha experiência com esse livro, lembrando que é uma obra adaptada.

    Informações
    Título:
    Romeu e Julieta
    Autor: William Shakespeare
    Editora: Sol
    Tipo: Peça Teatral
    Nº de páginas: 76
    Nº de Atos: 5
    Nº de cenas: 24

    Resumo: "Esse resumo está mais para sinopse, mas tudo bem"
          Esse livro vai contar a história de um casal que se ama de uma forma tão sufocante e romanticamente, que passam todo o tempo que eles têm juntos para falarem palavras bonitas um para o outro, preferem até a morte do que viverem separados. Mas essa história não fica só na água com açúcar, como as famílias desse casal (Romeo e Julieta) são inimigas a muito tempo, fica impossível um casamento entre os dois e Julieta acaba sendo prometida a outro homem. Para não se casar com esse outro pretendente e assim poder viver feliz para sempre com seu amado Romeo, Julieta faz algo muito perigoso, mas está muito confiante de que dará tudo certo.



    Crítica: A história é fofa e linda, mas ao mesmo tempo enjoativa. Eu li a obra adaptada e já fiquei enjoada, imagina se fosse a integral? Nem consigo imaginar como seria essa leitura, além de a inimizade entre essas famílias estar saindo do normal, isso muita coisa de novela e literatura mesmo... E nessa adaptação, não há o motivo do porquê dessa briga, simplesmente falam que é assunto antigo. Imagino que isso deveria ter sido exposto ao público, porque é um acontecimento importante, é muito interessante você saber o que aconteceu, porque uma inimizade tão grande assim, deve ter um bom motivo. Mas também há a possibilidade de Shaskespeare ter feito isso propositalmente, para assim cada um pensar seu próprio motivo.
          Mas em fim, se você tem que ler esse livro, tenha em mente, ou melhor, paciência para ler falas de amor, não que isso seja 100% ruim, mas é 100% enjoativo. Levando em conta a época que foi escrito, por ser uma adaptação e por ser um dos clássicos mais conhecidos ele leva minha consideração.

    terça-feira, 5 de janeiro de 2016

    Resposta ao vídeo do Sever

         Olá meus leitores, como estão? Espero que bem. Hoje vim dar uma resposta a um youtuber que está começando agora, que me mencionou em um dos vídeos dele depois que eu fiz um comentário.


          Ele fez o vídeo e me mandou, mas ele fez um vídeo muito engraçado, tão engraçado que eu ouvi bronca da minha mãe por dar muita risada (OBS: Minha risada é alta e muito estranha). Porém durante o vídeo, digamos que ele me desafiou a fazer um post sobre o mesmo, sim eu tinha falado que talvez eu faria um post, e agora ele me desafiou a fazer mesmo. Mas antes de eu começar a dar minha opinião vamos ver a dele.


               
    SEV3R  <= Inscreva-se

            Sim. Ele zoou o meu blog. Mas eu sei que foi uma brincadeira, ficou engraçado, eu dei risada, então não me importei. Mas isso não é o mais importante, em muitas coisas que ele falou eu também concordei, por exemplo: A placa é dele, ele faz o que quiser com ela, porém temos os inscritos dele, que ficaram magoados, e com razão, afinal podemos dizer que quem deu aquela placa para o Aruan foram os inscritos, e você pegar um presente e fazer aquilo não é uma coisa agradável. E também temos o ponto que um objeto só terá algum significado se você o der. Exemplo: Ele dizer que aquela placa estava prendendo ele aos 100.000 inscritos, foi ele quem quis dar esse significado ruim à placa, para muitas pessoas ela é uma conquista, não uma coisa ruim.
            Essa é minha opinião sobre o vídeo do Aruan. Agora vamos para o vídeo do Sev3r, ele fez uma brincadeira bem engraçada, ele fez um vídeo bem parecido com o do Aruan, só que a placa é de sulfite, ficou muito engraçado e muito descontraído, mas cuidado Server as pessoas podem entender errado o seu gesto. Bom é isso, um beijo para vocês que me acompanharam até aqui, siga o blog e se inscreva no canal dele, ele está começando ainda e vamos ser sinceros ele tem talento (OBS: Um pouco retardado, mas tudo bem) (risada) Até mais.

    domingo, 3 de janeiro de 2016

    Meta de leitura para 2016

         Olá meus leitores, hoje temos uma lista de metas de leitura, e os livros que irei apresentar aqui, estão a muito tempo esperando para serem lidos, portanto selecionei 8 títulos , mas não se preocupem que não será só isso de resenhas, há muitas resenhas ainda para serem feitas, resenhas que eram para terem sido postadas ano passado, então sem mais demora, aqui estão os escolhidos.





    1º A Marca de Atena de Rick Riordan

    2º A Casa de Hades de Rick Riordan

    3º O Sangue do Olimpo de Rick Riordan









    4º Starters de Lissa Price

    5º Morte Súbita de J.K. Rowling

    6º Ponto de Impacto de Dan Brown

    7º Inferno de Dan Brown

    8º Merlin o Filho do Diabo de Maria Nazareth Alvim de Barros

           Como eu disse antes, não serão somente essas leituras e resenhas, teremos muitas mais, mas essas serão as essenciais, sei que muitos virão me perguntar o motivo de minha meta ser tão pequena, pois o ano tem mais de 300 dias e minha meta somente 8 livros. E eu respondo o seguinte: do que adianta eu criar uma meta gigante com mais de 100 livros se eu não conseguir cumprir nem a metade? Então eu prefiro não dar uma expectativa grande e depois uma decepção maior ainda.
              Então é isso, deixem aqui nos comentários o que vocês acharam, se já leram algum livro e por qual eu devo começar e não se esqueçam de seguir o blog, pois isso me ajudaria muito, um beijo e até mais.